Aprendiz Legal: Como conquistar seu emprego de jovem aprendiz 

O programa Aprendiz Legal é uma iniciativa criada nos anos 2000. O objetivo é fazer com que todos os jovens que ainda não tiveram acesso ao mercado de trabalho pudessem ter oportunidades. 

Atualmente, todas as empresas que possuem porte médio ou grande, precisam, de forma obrigatória, fazer a contratação de aprendizes em seu quadro de funcionários. Porém, é preciso que o jovem se enquadre nas condições de contratação. 

É necessário ter idade mínima de 14 anos e idade máxima de 24 anos. Além disso, o jovem precisa estar matriculado na escola ou ter concluído os estudos. Jovens que evadiram as aulas não poderão fazer parte do programa. 

Conheça mais sobre a lei de aprendizagem 

O programa Aprendiz Legal está inserido dentro de uma lei chamada “lei de aprendizagem”. A lei determina as regras com relação a contratação, idade e até mesmo a carga horária que o jovem deverá cumprir. 

Sendo assim, o contrato de trabalho do aprendiz acontece de um a dois anos, de acordo com a necessidade e desejo da empresa e aprendiz. Quando o jovem já participou de outros programas de aprendizagem, ele não poderá participar novamente. 

A carga horária é reduzida e pode chegar ao máximo de 30 horas semanais. Além disso, é necessário que o aprendiz trabalhe no máximo 6 horas por dia, tendo que atuar em ambiente sem risco para sua saúde física e mental. Veja como ficam as regras para participação deste programa:

  • Carga horária de trabalho de no máximo 6 horas por dia; 
  • Aprendiz não pode fazer hora extra ou ficar no trabalho após o horário; 
  • Contrato de trabalho de 1 a 2 anos; 
  • Atuação na empresa juntamente com um curso de aprendizagem; 
  • É necessário estar matriculado na escola ou ter concluído a mesma.

Quem pode ser um Aprendiz Legal?

Aprendiz Legal

Fonte: www.aprendizlegal.org.br

Podem fazer parte do programa Aprendiz Legal todos os jovens e adolescentes que tiverem idade entre 14 e 24 anos e que nunca atuaram no mercado de trabalho. Ou seja, é preciso que a carteira não tenha sido assinada anteriormente. 

Além disso, o jovem precisa estar cursando o ensino médio, fundamental ou ter concluído os estudos. Quem está fazendo curso superior ou ensino técnico também poderá fazer parte da iniciativa. Por outro lado, quem abandonou os estudos não pode será aceito no programa.

É necessário também que o jovem tenha disponibilidade de tempo para conseguir conciliar a sua rotina de trabalho com a de estudo, sem prejudicar o seu aprendizado.

Curso de aprendizagem: entenda como funciona 

Para ser um Aprendiz Legal é necessário frequentar o trabalho juntamente com o curso de aprendizagem. Cada empresa possui uma regra diferente, mas na maioria dos casos, o aprendiz frequenta a empresa uma semana e o curso outra semana. 

No curso de aprendizagem, que é oferecido por diversas escolas técnicas de todo o país, o jovem tem acesso a todo o conhecimento teórico a respeito do mundo do trabalho. 

Alguns conteúdos aprendidos são: atendimento ao cliente, administração, informática, marketing e até mesmo imagem pessoal. Todos estes conteúdos são extremamente importantes para a formação profissional deste jovem. 

Benefícios que o aprendiz recebe 

Cada empresa possui o seu próprio quadro de benefícios para o Aprendiz Legal. Entretanto, algumas regras devem ser seguidas e é obrigatório que o jovem receba:

  • Vale transporte para se locomover até o curso e empresa; 
  • FGTS e décimo terceiro proporcional;
  • Férias remuneradas no mesmo período das férias escolares; 
  • Salário proporcional às horas trabalhadas e compatível com a média do mercado.

Vantagens em participar do programa Aprendiz Legal

Entre as vantagens em ser um Aprendiz Legal, podemos citar a possibilidade de desenvolvimento de novas habilidades pessoais. Sendo assim, o adolescente pode se comunicar melhor, aprender a trabalhar em equipe e até mesmo desenvolver capacidade de liderança. 

Para quem deseja crescer dentro da empresa e até mesmo criar um plano de carreira, o programa pode ser uma oportunidade interessante. Porém, é importante mostrar vontade de aprender e dedicação. 

Além disso, ao finalizar o seu processo neste programa, o jovem poderá galgar novos desafios em novas empresas, tendo acesso a diversas oportunidades no mercado de trabalho. 

Como se cadastrar às vagas e participar do Aprendiz Legal?

Se você deseja fazer parte deste programa e quer garantir ainda mais experiência no mercado de trabalho, siga as instruções a seguir:

  • A contratação do Aprendiz Legal é realizada por diversas empresas. Por isso, é necessário entrar em contato diretamente com a empresa, enviando o currículo para a vaga desejada;
  • Para conhecer um pouco mais sobre as empresas e locais que recebem os currículos, acesse o site e verifique como enviar o seu currículo de acordo com a sua região. 
  • Se você tem dúvidas a respeito do programa e deseja saber todas as informações a respeito do assunto, basta acessar o site oficial e ter acesso a todas as principais informações.

3 Comments

  1. Tainá Fernanda Martins de paiva 2 de setembro de 2021
  2. Thiago ibison 3 de setembro de 2021
  3. Rayane Freitas 14 de setembro de 2021

Leave a Reply