Concurso Ministério das Comunicações oferece 217 vagas de até R$8.300

O Concurso Ministério das Comunicações (MCOM) está com as inscrições abertas e 217 vagas temporárias estão sendo ofertadas. Os candidatos devem ter nível superior e o salário varia entre R$3.800,00 a R$8.300,00.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 14 de março através do site oficial Cebraspe, que é a organizadora do concurso. Já as provas serão aplicadas no dia 24 de abril, enquanto os gabaritos serão divulgados no dia 26 de abril.

Se você está interessado pelas oportunidades, continue acompanhando este conteúdo para saber mais informações do edital: quais são as vagas, remunerações por cargo, processo de inscrição e taxa.

Conheça os cargos e as remunerações

As 217 vagas do Concurso Ministério das Comunicações serão distribuídas em 3 áreas diferentes, sendo que cada uma delas exige um tipo de formação diferente. Veja abaixo quais são os cargos e suas respectivas remunerações:

  • Atividade 1: Atividades Técnicas de Complexidade Gerencial, de Engenharia Sênior e Tecnologia da Informação (R$8.300,00);
  • Atividade 2: Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual (R$6.130,00);
  • Atividade 3: Atividades Técnicas de Suporte (R$3.800,00).

Todas essas atividades terão uma jornada de trabalho semanal de 40 horas e o local de trabalho ainda será divulgado através dos meios oficiais.

Quem pode se candidatar

Concurso Ministerio das Comunicacoes edital

Para ocupar uma das vagas disponíveis no Concurso Ministério das Comunicações é necessário seguir os seguintes pré-requisitos:

  • Atividade 1: ter nível superior na área de computação/informática ou em qualquer área de formação com pós-graduação em computação/informática. Também é exigido experiência profissional superior a 5 anos em funções que envolvem tecnologia da informação ou título de doutorado ou mestrado na área;
  • Atividade 2: ter nível superior em qualquer área de formação e experiência profissional registrada por um período maior que 3 anos em áreas como: Comunicação Social, Administrativa, Propaganda, Direito, Radiofusão, Publicidade, Telecomunicações ou Tecnologia da Informação. Quem possui título de pós-graduação lato sensu, doutorado ou mestrado em qualquer uma das áreas mencionadas também poderá participar;
  • Atividade 3: ter diploma de conclusão do nível superior em qualquer área de formação.

Atribuições por cargo

Como as 3 áreas mencionadas possuem grandes diferenças entre si, as atribuições dos profissionais selecionados no Concurso Ministério das Comunicações irão variar. Veja a seguir quais serão elas de acordo com cada atividade:

  • Atividade 1: identificar falhas e mapear o fluxo das atividades, utilizar técnicas de orientação a dados, definir e analisar métodos e processos de trabalho, aprimorar painéis digitais para divulgação de modelos, aplicar certos conhecimentos de estatística, manipular grande quantidade de informação e gerenciar a sua disseminação, buscar por padrões específicos na apresentação de dados, entre várias outras;
  • Atividade 2: controlar, planejar e organizar as unidades organizacionais nas áreas de gestão de pessoas, comunicação social, jurídica, financeira e orçamentária, radiofusão, tecnologia da informação, recursos logísticos, implementar projetos e programas, assessorar nas atividades do órgão, entre outras;
  • Atividade 3: supervisionar, planejar, controlar, coordenar, executar e acompanhar atividades de atendimento ao cidadão e outras atividades técnicas especializadas, de nível superior que são necessárias ao exercício das competências constitucionais ou legais a certos cargos de entidades e órgãos de administração pública federal. Dar suporte em atividades da sua área de atuação fazendo o uso devido de recursos e equipamentos disponíveis para a execução das atividades.

Como acontecerá a seleção

O Concurso Ministério das Comunicações será definido por duas etapas, que incluem as provas objetivas (de caráter classificatório e eliminatório) e o exame de títulos (de caráter exclusivamente classificatório para as atividades 1 e 2).

As provas objetivas para todas as atividades serão aplicadas no dia 24 de abril e terá duração de 4 horas.  Abaixo listamos o número de questões por disciplinas e a estrutura da prova para que você saiba mais sobre essa etapa tão importante:

  • Estrutura da prova objetiva: ao total, irá valer 120 pontos. Cada uma das provas será constituída por itens voltados para julgamento, que estarão agrupados por comandos que precisam ser respeitados. As respostas devem ser marcadas como ERRADO ou CERTO, de acordo com as regras que se referem cada item;
  • Número de questões sobre Conhecimentos Gerais: 50 questões;
  • Número de questões sobre Conhecimentos Específicos: 70 questões.

Já a avaliação de títulos precisará ser feita com base em documentos expedidos até a data de envio e os participantes devem consultar o edital completo para saber com maiores detalhes quais são os títulos aceitos nessa etapa.

Fazendo a inscrição

Se você deseja conquistar uma das 217 vagas do Concurso Ministério das Comunicações, não perca tempo e faça a sua inscrição através de qualquer dispositivo com internet até o dia 14 de abril, pelo do site oficial Cebraspe.

Será necessário preencher um formulário com diversos dados e as orientações para o preenchimento correto se encontram no edital. Vale destacar ainda que será necessário pagar uma taxa de inscrição que se encontra no valor de:

  • Atividades Técnicas de Complexidade Gerencial: R$70,00;
  • Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual: R$65,00;
  • Atividades Técnicas de Suporte: R$60,00.

Pessoas que se encontram inscritas no CadÚnico ou são doadoras de medula óssea  poderão solicitar a isenção da taxa mencionada através do próprio site do Cebraspe.

Escreva um Comentário