Auxílio Brasil 2021: Veja quem tem direito, calendário e como fazer o cadastro.

Os pagamentos do Auxílio Brasil, programa que substitui o Bolsa Família, começam em novembro de 2021 e atenderão mais de 14,5 milhões de famílias, afirma Pedro Guimarães, o presidente da Caixa Econômica Federal.

No entanto, muitas são as dúvidas a respeito desta transição entre os programas de transferências de renda. Será que os beneficiários do Bolsa Família continuarão recebendo?

Por isso, neste artigo você poderá conferir o que é o novo programa Auxílio Brasil, quem tem direito aos benefícios, qual o calendário dos pagamentos e como fazer o cadastro. Confira!

Veja Também:

O que é o Auxílio Brasil 2021

programa Auxílio Brasil

Programa Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil é um programa que pertence ao Governo Federal, criado a partir da medida provisória nº1061, de agosto de 2021 que veio para substituir o antigo programa Bolsa Família.

Segundo o Governo Federal, o programa surgiu para aprimorar a transferência de renda do antigo Bolsa Família porque tem o objetivo de integrar benefícios de assistência social, saúde, educação e emprego.

Desta maneira, o auxílio de valor médio de R$271,18 começa a ser pago no dia 17 de novembro de 2021, além disso, o novo programa, o Auxílio Brasil, apresenta três benefícios básicos e outros seis suplementares.

Isto é, esses benefícios suplementares poderão ser adicionados em alguns casos, como, por exemplo, caso o beneficiário arranje um emprego ou tenha um filho que se destaque em competições esportivas ou científicas e acadêmicas.

Quem tem direito ao Auxílio Brasil 2021

A maior dúvida é referente aos que já recebiam o Bolsa Família, mas, a boa notícia é que os beneficiários do Bolsa Família receberão os valores do Auxílio Brasil reajustados automaticamente.

Mas, afinal, quem poderá receber o Auxílio Brasil 2021? Confira a seguir:

  • Famílias de extrema pobreza, ou seja, com renda mensal de até R$100 reais por pessoa;
  • Famílias em situação de pobreza, ou seja, com renda mensal de até R$100,01 a R$200,00 por pessoa;
  • No segundo caso, somente gestantes ou famílias com filhos menores de 21 anos;
  • Ter o cadastro atualizado no Cadastro Único Para Cadastros Sociais (CadÚnico).

Ainda vale ressaltar que todos os beneficiários do Bolsa Família receberam o Auxílio Brasil, como também, as famílias que estavam na fila do programa, totalizando, assim, 17 milhões de famílias.

Benefícios do Auxílio Brasil 2021

Como mencionamos acima, o valor médio do Auxílio Brasil é de R$217,18 mensais, ou seja, apresentou um aumento de  17,84% do valor antigo referente ao Bolsa Família.

Ademais, os benefícios foram divididos em dois núcleos: um básico e outro suplementar, veja quais são esses benefícios:

Núcleo Básico

  • Benefício Primeira Infância:

Famílias com crianças de 3 anos, receberão R$130,00 por criança, entretanto não se pode passar de 5 benefícios deste valor;

  • Benefício Composição Familiar:

Famílias com gestantes ou pessoas de 3 a 17 anos, ou 18 a 21 ainda matriculados na educação básica, receberão R$65,00 por pessoa, com limite de 5 benefícios;

  • Benefício de Superação de Extrema Pobreza:

Este benefício só é pago, se após a soma dos benefícios anteriores, a renda per capita familiar continua abaixo da extrema pobreza.

Núcleo Complementar

Neste caso, algumas famílias que cumprirem determinadas exigências poderão acrescentar esses benefícios aos de núcleo básico, são eles:

  • Auxílio Esporte Escolar;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior;
  • Auxílio Criança Cidadã;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana;
  • Benefício Compensatório de Transição.

Calendário para receber

A primeira parcela do Auxílio Brasil será paga entre os dias 17 e 30 de novembro de 2021 e segue o mesmo cronograma do antigo programa Bolsa Família.

Deste modo, o calendário estipulado pelo Ministério da Cidadania seguirá a ordem final do NIS (Número de Identificação Social) para a liberação do pagamento, veja a seguir como ficaram as datas para o recebimento do auxílio:

  • 17 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 1;
  • 18 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 2;
  • 19 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 3;
  • 22 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 4;
  • 23 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 5;
  • 24 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 6;
  • 25 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 7;
  • 26 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 8;
  • 29 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 9;
  • 30 de novembro – depósito para os beneficiários com NIS final 0;

Além disso, as datas do recebimento do mês de dezembro já podem ser consultas e, neste casos, alguns pagamentos são adiantados por conta das festas de fim de ano, confira:

Dígito final do NIS Data de pagamento
  • 1
  • 10 de dezembro
  • 2
  • 13 de dezembro
  • 3
  • 14 de dezembro
  • 4
  • 15 de dezembro
  • 5
  • 16 de dezembro
  • 6
  • 17 de dezembro
  • 7
  • 20 de dezembro
  • 8
  • 21 de dezembro
  • 9
  • 22 de dezembro
  • 0
  • 23 de dezembro

Ressaltamos que o valor deve ser sacado através do cartão do Bolsa Família nos caixas eletrônicos, nas agências da Caixa ou lotéricas. 

Como fazer o cadastro no Auxílio Brasil 2021

Antes de mais nada, lembramos que o Auxílio Brasil é um programa que surgiu como reformulação do Bolsa Família, deste modo, para fazer o cadastro no programa é preciso se cadastrar e atualizar o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Assim sendo, para fazer o cadastro no CadÚnido é necessário se dirigir ao ponto de atendimento do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) ou então à prefeitura de sua cidade.

Além disso, o responsável pela família é quem deve fazer este cadastro e apresentar documento de identificação, CPF ou título de eleitor como também os documentos de identificação dos demais membros da família.

Portanto, não é possível realizar este cadastro pela internet e ressaltamos ainda que o cadastramento no CadÚnico não garante o recebimento do auxílio, entretanto é um pré-requisito.

Assim, o Ministério da Cidadania é quem seleciona automaticamente as famílias que serão incluídas nos programas de acordo com as regras previstas na legislação.

Por fim, esperamos que este artigo tenha te ajudado a entender o programa Auxílio Brasil, contudo, se você ainda ficou com dúvidas, recomendamos que se informe melhor na prefeitura de sua cidade.

Ademais, se você tem interesse nesses e outros temas como vagas de empregos, cursos profissionalizantes e dicas para ingressar no mercado de trabalho, não deixe de acompanhar nossos conteúdos no site Classificados de Emprego. 

5/5 - (1 vote)

Leave a Reply