Retomada do setor turístico: Conheça 6 Cursos Gratuitos de Turismo que você pode fazer sem sair de casa

IFRS está com cursos gratuitos para aqueles que desejam se aperfeiçoar no setor de Turismo. As formações disponibilizam certificados gratuitos.

Com a desaceleração da pandemia gerada pelo coronavírus,  o setor de turismo está passando por uma nova fase de retomada. Empresas do setor aéreo, agências de viagem e hotéis já notam uma melhoria nas atividades de todo o mundo. Sendo assim, com uma grande demanda no setor, é uma boa opção investir em cursos gratuitos de turismo. No ano passado, o Ministério do Turismo fechou uma parceria com o Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) para disponibilizar cursos online de turismo e hotelaria. As formações abordam diversos temas e abrem diversas portas no mercado de trabalho. Qualquer pessoa de todo o Brasil pode participar dos cursos EAD.

Lista de cursos gratuitos de Turismo disponíveis

Separamos cursos para o setor de turismo que compõem a rede e-Tec Brasil e garantem ao final certificado de conclusão. Para se ter acesso ao documento é preciso atingir a média final exigida, que é de, no mínimo, 60%, confira as opções disponíveis:

Agências de Viagem e Turismo

Neste curso, os alunos aprenderão uma introdução sobre os conceitos iniciais no setor de turismo e também aprenderão como funciona uma agência de viagem. As inscrições para este curso podem ser feitas até o dia 30 de junho.

Cerimonialista

O cerimonialista é um profissional essencial no setor de eventos, afinal, ele organiza festas, formaturas, casamentos, entre outros eventos.

A formação tem duração de 200 horas de conteúdo que é dividido em sete módulos e está disponível na plataforma do IFRS. Os alunos também aprendem sobre a organização e execução de eventos, legislação aplicada, cerimonial, decoração, desenvolvimento pessoal, entre outros. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de julho.

Geografia e Turismo

O curso de Geografia e Turismo tem como objetivo ensinar um pouco mais sobre cultura e regiões do Brasil. A formação tem uma carga horária de 30 horas e deve ser finalizada até o dia 31 de julho de 2022.

Eventos: tipos

Para aqueles que desejam conhecer os mais variados tipos de eventos, este curso é essencial. Com 20 horas de duração, o curso ensina como organizar eventos temáticos, empresariais, acadêmicos, religiosos, esportivos, culturais e sociais.

Indicação Geográfica: Agregando Valor a Produtos e Regiões

A Indicação Geográfica é um selo que agrega valor a um produto ou serviço, sendo assim, é uma garantia de qualidade ao consumidor. Neste curso, conceitos básicos e as Indicações Geográficas Brasileiras são trabalhadas. O prazo para a conclusão é até o dia 31 de julho.

Organizador de Eventos

Uma ótima formação inicial completa para aqueles que desejam trabalhar como organizadores de eventos. O conteúdo programático traz temas como Organização e Execução de Eventos, Gestão Financeira, Decoração, entre outros.

Como se candidatar nas vagas de cursos gratuitos de Turismo?

Os interessados em se inscrever nos cursos EAD de turismo devem acessar o site do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, selecionar o curso desejado e ler atentamente suas especificações.

Para a inscrição, os candidatos aos cursos gratuitos devem realizar um cadastro na plataforma utilizando nome completo, email, CPF, País, Cor ou raça, renda familiar, CEP, login, entre outros.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Por que fazer um curso de turismo?

Antes de pensar em estudo ou carreira profissional, é extremamente necessário entender o que é o turismo. Este setor está ligado a diversos serviços e produtos voltados a pessoas que estão visitando um local diferente daquele onde moram.

Sendo assim, estão ligados ao setor turístico hotéis, companhias aéreas, restaurantes, empresas de locação de carro, museus, agências de viagem, espaços de entretenimento, monumentos históricos e outros.

Outro ponto importante é que nem todo turista faz uma viagem com o objetivo de lazer e diversas pessoas se deslocam por questões de saúde, negócios e religião, por exemplo, ou seja, há perfis variados dentro do setor.

Escreva um Comentário