Prova de vida INSS 2022:Veja a importância e como fazer à distância

A prova de vida INSS, também conhecida como “fé de vida” ou “renovação de senha”, é um processo obrigatório para todos os segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que recebem pagamentos mensais. 

Basicamente, a Prova de Vida consiste na comprovação de que o segurado está vivo e, deste modo, pode continuar recebendo os pagamentos do INSS.

Ou seja, este procedimento, realizado todos os anos, serve para combater fraudes e pagamentos indevidos. Deste modo, mais de 36 milhões de aposentados e pensionistas brasileiros precisam cumprir esta exigência.

Entretanto, muitos segurados com idade avançada ou com saúde debilitada enfrentavam dificuldades  para cumprir essa exigência do INSS. Pensando nisso, o Governo Federal anunciou, neste ano, uma reformulação total deste procedimento.

Quer saber o que mudou na prova de vida INSS 2022 e como fazê-la? Confira todas essas informações, neste artigo!

Entenda as mudanças da prova de vida INSS 2022

Prova de vida INSS 2022

Fonte: Reprodução Internet

Agora, fazer a prova de vida INSS ficou muito mais fácil, porque a responsabilidade de realizar todo o procedimento passou a ser do órgão previdenciário, verificando se o aposentado ou pensionista está apto para continuar recebendo seu benefício.

Ou seja, a principal mudança é que a comprovação de vida do segurado inverteu: não é mais o pensionista que precisa comprovar que está vivo, é o INSS que precisa certificar-se de que o segurado não morreu.

Em outras palavras, o INSS fará a prova de vida cruzando informações com outros dados do Governo Federal, ou seja, o órgão deverá conferir se o segurado realizou, nos últimos dez meses, algum ato registrado em sua própria base de dados.

Entretanto, caso essas informações não sejam encontradas e a prova de vida INSS precise realmente ser realizada presencialmente, então, o INSS é que deverá apresentar alguma forma para que a prova de vida seja feita sem a necessidade de deslocamento do segurado. 

Por exemplo, a biometria é uma das maneiras que podem ser utilizadas, caso seja preciso. Mas, em resumo, o INSS deverá ir até o segurado e não mais o aposentado ou pensionista precisará ir até a previdência. 

Como vai funcionar a prova INSS 2022?

Mas, você deve estar se perguntando: que atos serão verificados e usados como comprovação de que o segurado está vivo e poderá continuar recebendo seu benefício? 

Conforme a Portaria 1.408/2022 do INSS, esses são alguns dos atos que serão válidos para a prova de vida INSS 2022, veja:

  • Votação nas eleições;
  • Cadastro nos órgãos de trânsito ou segurança pública;
  • Vacinação;
  • Atendimento presencial nas agências do INSS ou instituições parceiras, como perícia médica, consultas no Sistema Público de Saúde (SUS) ou rede conveniada;
  • Contratação ou renovação de empréstimo consignado feito por reconhecimento biométrico;
  • Acesso ao app Meu INSS, com selo ouro ou algum outro app do sistema do Governo Federal que possuam certificação e controle de acesso;
  • Atualização no CADÚNICO, efetuada pelo responsável pelo Grupo;
  • Declaração de Imposto de Renda, mesmo como dependente;
  • Recebimento do pagamento de benefício com reconhecimento biométrico;
  • Emissão ou renovação de alguns documentos, como: passaporte, carteira de motorista, carteira de trabalho, alistamento militar,  documento de identidade ou outros documentos oficiais que necessitem da presença física do usuário ou biometria.

Deste modo, os segurados já não precisam mais se dirigir à agência bancária, como era antes, para realizar a prova de vida. Afinal, a realização de qualquer um dos atos acima já permite que o INSS comprove que o segurado não está morto. 

É importante fazer essa prova de vida INSS 2022?

Como você viu, realizar determinadas ações descritas acima é a forma de realizar a prova de vida INSS 2022. No entanto, caso isso não seja feito, o INSS deverá entrar em contato com o segurado para comprovar sua existência.

Afinal, a prova de vida é importante porque evita fraudes e golpes, como os “beneficiários fantasmas” e pessoas mal intencionadas que estejam recebendo pagamentos de forma indevida.

Ou seja, a prova de vida INSS é também uma garantia para o próprio segurado, para receber sua aposentadoria ou pensão corretamente. 

Portanto, todos os beneficiários precisam realizar essa prova de vida, ou seja, não existe uma idade mínima. Contudo, caso tenha feito as ações válidas para a prova e mesmo assim teve seu benefício suspenso, então, é necessário entrar em contato com o INSS.

Para isso, basta ligar no 135, onde o atendimento é feito das 7h às 22h, de segunda a sábado. 

Considerações finais

Em síntese, todos os beneficiários, ou seja, aposentados e pensionistas, independente da idade, precisam realizar a prova de vida INSS 2022. No entanto, isso ficou muito mais fácil, porque agora quem comprova que o segurado está vivo é o próprio INSS.

Assim, caso você tenha votado, tomado vacina, feito um empréstimo, utilizado algum app oficial do Governo, ou qualquer outra ação que mencionamos acima, o INSS já constatou e validou sua prova de vida.

Portanto, esta decisão do Governo Federal simplificou a vida de todos os beneficiários, evitando deslocamentos desnecessários, sendo uma medida inteligente do INSS.

O que você achou dessas mudanças? Deixe sua opinião e compartilhe este artigo em suas redes sociais para que seus amigos saibam como fazer a prova de vida INSS 2022 e garanta o recebimento de seus benefícios.

E, para ver outros artigos como este, confira nosso site Classificados de Emprego.

Escreva um Comentário